VM Litelantes

Seu ensinamento foi do coração, não do intelecto, não da sabichonice, não da santarronice, não do fanatismo, não da ambição, não da exploração do próximo...

Este Movimento Gnóstico ou Gnosticismo moderno se inicia com o V. M. HUIRAKOCHA, o precursor, o anunciador, pois foi fundado definitivamente pelo V. M. SAMAEL AUN WEOR — Cristo de Paixão, Cristo Vermelho de Aquário — e LITELANTES — Virgem do Tribunal —, sua esposa-sacerdotisa, com o apoio do Divino Rabi — o Adorável — JESHUA BEM PANDIRA e dos Veneráveis Mestres KOUT HUMÍ, MORYA e do Anjo ADONAÍ.

Assim como João Batista — que se alimentava de ervas e se vestia com peles de animais — foi o iniciador, o precursor, o V. M Huirakocha o foi do VV.MM. SAMAEL AUN WEOR, O Cristo vermelho de Aquário.

Da mesma forma como se encarnou o Segundo Logos em Jeshau Bem Pandira e corrigiu o ensinamento de João, o Batista, também o V. M Samael Aun Weor o encarnou e corrigiu as imprecisões do V. M Huirakocha, pois a sabedoria crística se manifestou fulgurante em nosso amado Guru, nosso Rabi, Nosso senhor Samael Aun Weor...

A resposta de nossa humanidade doente segue sendo a mesma:

Porque veio João Batista, que não come pão e nem bebe vinho e dizeis: «Demônio tem!» Veio o Filho do Homem que come e bebe e dizeis: «Eis ali um homem comilão e bebedor de vinho, amigo dos publicanos e pecadores!» Porém a sabedoria é justificada por todos os seus filhos.(Lc. 7:33-35). Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas aos que te são enviados! Quantas vezes quis juntar a teus filhos, assim como a galinha que junta seus pintinhos sob as asas e não quisestes! Eis aqui que vossa casa é deixada deserta... (Mateus 23:38).

No entanto, os Veneráveis Mestres da Branca Irmandade, a Irmandade da Luz, a Muralha Guardiã, o Círculo Consciente da Humanidade, não se cansam nem se desanimam por conta de nossa ingratidão, senão que por amor ao Altíssimo, sempre estão ativos entregando a mensagem redentora à humanidade através das periódicas encarnações de Vishnú -o Segundo Logos, o Cristo-, os Mensageiros Divinos ou Avataras como dizem os hindustânicos.

Com o tempo pudemos nos dar conta que o brilho crístico de nosso amado Mestre, a fonte desta sabedoria, aquele que fazia chispear o fogo sagrado -o fohat- no verbo, inteligência, vontade e sentimentos crísticos de nosso Senhor Samael Aun Weor, estava na Virgem da Lei, sua esposa-sacerdotisa, a V. M Litelantes.

Ela o iniciou tanto no Templo do Santo Grial de Montserrat -onde ela assistia desde os 13 anos- como na Grande Cadeia, onde o Mestre recebeu a primeira Iniciação do Fogo.

Também o iniciou no manejo das forças jinas para voar pelos ares do mistério, nos mistérios maiores do fogo e do Tribunal... e nosso amado Mestre assim o reconheceu e preconizou amplamente em sua obra e vida diária.

Sem dúvida alguma, do Quinto Evangelho se depreende con retidão e firmeza, que a V.M. Litelantes foi a Mestra do Mestre. (As Três Montanhas, Mistérios Maiores, Medicina Oculta, Rosa Ígnea, etc.)

Muito presente esteve o Sagrado Tribunal do processo de iniciação de nosso Fundador e Guia, o V. M Samael Aun Weor, o Cristo Vermelho de Aquário, tanto que lhe enviou como esposa-sacerdotisa a uma filha de nosso Senhor Litelantes, Grande Mestre da Sala de Maat.

Nossa Bendita Mestra foi o sagrado matraz do Mestre Samael Aun Weor, seu atanor alquímico, de onde o Mestre recebeu o fogo, o fohat, a chama ardente da sabedoria para entregá-la à humanidade doente, para doar-nos essa extraordinária sabedoria que permaneceu oculta duante milênios...

Nossa bem-amada Mestra elevou o Senhor Samael Aun Weor à alturas inefáveis do Pleroma, até o próprio Céu de Arabot, o mais elevado segundo a tradição, segundo a Cabala.

¡Salve Litelantes, Senhora da chama, fonte da chama, da ardente chama da Sabedoria, Mestra do Mestre Samael!

Recordemos que o próprio Mestre Samael afirmava que ela nunca havia caído, posto que -com sua Pedra-Viva- tem estado presente apoiando-lhe, levantando-lhe sempre, até o momento preciso de lograr a puríssima concepção, o parto alquímico dessa maravilhosa encarnação de Vishnú: o Buddha Maitreya, o Kalki Avatar da Nova Era Aquária. Salve Maitreya! (que significa: "Aquele cujo nome [Verbo] é bondade").

Mestra muito especial deve ser aquela que logra levantar a um Kalki Avatar, quer dizer, o que anuncia os tempos do fim, precisamente quando estes chegaram, quando nele estamos vivendo.

Na verdade, deve ser uma estrela muito distante e muito sacrificada a que venha gestar um Kalki Avatar neste planeta-carma dos mundos-equivocação dos deuses, quer dizer, o pior do Cosmo.

Se como disse o Mestre que cada um de nós vem de uma estrela e que há tantos Pais como estrelas no firmamento, em verdade deve ser uma estrela de excepcional brilho a que se encarnou na esposa-sacerdotisa alquímica do Venerável Mestre Samael Aun Weor, Buddha Maitreya, Kalki Avatar de Aquário.

Certamente, essa estrela chamada Litelantes desceu a estas obscuras paragens e resgatou a Gnosis ancestral quando despertou dentro de seu esposo-sacerdote Samael Aun Weor...

E desceu a nós uma Mestra Cristificada, A Virgem do Tribunal, a que nunca lançou sua Pedra na água, a que vive tomando corpos "para ajudar aos que não se deixam ajudar", e conviveu conosco, gracejou e nos alegrou a vida, ensinou-nos e nos amou como nenhuma outra pessoa nos amou...

Seu legado para a humanidade, sua sagrada herança é tão extraordinária como misteriosa, inescrutável...

No entanto, pode-se dizer que o principal presente que deu à humanidade foi levantar esse Colosso da Alquimia, o Maior Cabalista e Alquimista moderno, esse Mestre Transcendental, o Buddha Maitreya, o Kalki Avatar da Nova Era de Aquário: o Venerável Mestre Samael Aun Weor. Salve, Cristo Vermelho de Aquário!

Nossa Mãezinha chegou a dizer que o Mestre escreveu apenas 5% do que sabia. Quando uma dama insistiu com ela para que falasse sobre os 95% restantes ela rspondeu: "Esforce-se em saber, pois não sabem sequer acerca dos 5%, como querem saber o restante?" Assim nos ensinou que a verdade, a terrível realidade, é que estamos muito distantes de saber sequer 5% dos 5% que falou o Mestre, e mais distante ainda de experimentá-lo.

Por outro lado, ensinou-nos que os Mestres querem que nós vivamos com naturalidade e simplicidade o ensinamento; que tenhamos fé para que um dia alcancemos as grandes metas que são designadas para nós. (Sem mais armas que sua fé em Jehová Sabaoth e com uma pequena pedra Davi derrotou a Golias).

Isso é o que a Mestra veio a nos ensinar: A termos fé, a sermos fortes no Senhor, a morrer para ver o rosto do Senhor, a morrer em nosso pecados, egos ou demônios internos, para que Nosso Senhor, o Cristo, nasça em cada um de nós.

Seu ensinamento adveio do coração, não do intelecto, não da sabichonice, não da beataria, não do fanatismo, não da ambição, não da exploração do próximo...

Foi o ensinamento do coração ardente pelo fogo crístico, o fogo sagrado que nos leva mais além do bem e do mal, o abrasador fogo do rigor, da severidade, mas também do perdão e da misericórdia; o ensinamento do coração cheio do fogo maravilhoso do Fiel da Balança, terrível fogo do Amor e Lei.

Bendito sejas, fohat sagrado, inefável fogo devorador, rosa ígnea, rosa da crística cruz, maravilhoso fogo de Nossa Senhora Litelantes!

Na verdade, somente com o coração poderemos compreender e viver este maravilhoso ensinamento. Ouvindo a voz do coração poderemos escutar os batimentos do Universo, como nossa querida Mestra o fez.

Seguindo o magistral ensinamento de nossa bem-amada Senhora Litelantes, aprenderemos a viver a vida, pois como ela costuma dizer: A universidade da vida é a mais difícil de todas; para isso estamos aqui, para aprendermos a viver.

Recordemos que o Mestre insiste no fato de que a iniciação é a própria vida, portanto, ser aprovado em dita universidade equivale a alcançar a verdadeira iniciação.

Todos os Grandes Senhores que o foram no mundo depositaram certo número de valores em nós...

Queira Deus que frutifiquem em nossos corações!
¡Bendita sejas, Mãe nossa Litelantes!
Tudo passará, porém tuas palavras crísticas não passarão!
Teu divino ensinamento, tua Sagrada Igreja permanece para sempre!

Bendita sejas por todos os séculos, Senhora Litelantes, raiz da luz, luz da luz, luz bendita, luz sagrada, luz imortal!...

Sim, venha presta com teu irmão Jeshua! Seja O Senhor conosco! Amém!
Fiat Justitia, ruat coelum.